Tema 5: wonen morar Les 1 De woonomgeving



Dovnload 41.86 Kb.
Datum21.08.2016
Grootte41.86 Kb.

http://brazilie.jouwpagina.nl

TEMA 5: wonen morar

Les 1

De woonomgeving

O ambiente da moradia


- Os tipos de casas na Holanda:
Het huis – a casa

De woning – a morada ou a moradia





  1. Benedenhuis of(ou) benedenwoning

  2. Bovenhuis of(ou) bovenwoning

- Uma grande casa, dividida em dois ou mais andares, como se fosse um prédio, mas com aparência de uma casa única. As pessoas que moram nas partes superiores, moram numa “bovenhuis”ou “bovenwoning” – “boven” significa “parte de cima”. As pessoas que moram na “para de baixo”- “beneden”- moram em uma “benedenhuis” ou “benedenwoning”.
3. Rijtjeshuizen – são casas enfileiradas lado a lado, sem nenhum espaço entre uma e outra, ou seja, coladas aos vizinhos, dividindo entre eles a mesma parede. “Rijtjeshuizen” é plural de “rijtjeshuis”. “Rijtjeshuizen” são diversas casas juntas e o seu singular se refere a uma em específica: “hij woont in een rijtjeshuis”, significa que ele mora em uma das casas pertencente a série de casas enfileiradas lado a lado.
4. Vrijstaand huis – é o contrário de “rijtjeshuis”, significa que é uma casa sozinha, e se houver casas vizinhas, não serão coladas a ela, dividindo a mesma parede, talvez a mesma cerca, mas não a mesma parede.
5. De eengezinswoning – como foi falado sobre “bovenwoning” e sobre “benedenwoning”, nesse caso “ééngezinswoning” é essa casa que possui um ou mais pisos superiores, porém, ela é única, pertencente a uma só família, e não a mais. A casa inteira é ocupada por somente uma família.
6. De flat of(ou) het appartement – o apartamento

De flat heeft acht etages of(ou)

De flat heeft acht verdiepingen – O apartamento possui oito andares
Ik woon op de vierde etage of(ou)

Ik woon op de vierde verdieping – Eu moro no quarto andar


Ik ga met de lift naar boven – Eu vou para cima de elevador

Ik ga naar de tweede etage of(ou)

Ik ga naar de tweede verdieping - Eu vou para o segundo andar
Ik ga met de lift naar beneden – Eu vou para baixo de elevador

Ik ga naar de begane grond – Eu vou para o térreo.


7. Een oud huis – uma casa velha

8. Een nieuw huis – uma casa nova

9. Een klein huis – uma casa pequena

Dit huis is te klein voor zeven personen. Esta casa é pequena demais para sete pessoas


10. Een groot huis – Uma casa grande

Dit huis is te groot voor één persoon – Esta casa é grande demais para uma pessoa


11. Een mooi huis – uma casa bonita

Ik vind dit huis mooi. Eu acho esta casa bonita


12. Een slecht huis. Uma casa ruim (de mau estado)

Ik vind dit huis niet goed. Eu não acho esta casa boa

Ik vind dit huis slecht. Eu acho ruim esta casa

Het is lelijk – Ela é feia.


13. €400.000,00

Een duur huis. Uma casa cara

Ik vind dit huis duur. Eu acho esta casa cara
14. €60.000,00

Een goedkoop huis. Uma casa barata

Ik vind dit huis goedkoop. Eu acho esta casa barata
15. De straat

Een rustige straat – uma rua tranqüila.

Een drukke straat – uma rua movimentada

Deze straat heet de Vaillantlaan. Esta rua se chama Vaillantlaan

Dit is de Vaillantlaan. Esta é a Vaillantlaan.
16. De kade – O lago ou o canal

“Kade” ruas que recebem a extensão “kade” em seu nome significa que elas são ou foram ruas perto ou paralelas a água. Há algumas ruas que permaneceram com o nome de “kade”, mesmo não estando próximas a água, isso significa que junto a elas, no passado, existiu água, mas com a modernização ou por qualquer outro fator, a água foi evacuada, mas o nome das ruas permaneceram o mesmo. A extensão “laan” nos nomes das ruas, significa que aquelas são/foram ruas bastante arborizadas, um lugar muito bonito e agradável. A extensão “plein” significa que ali há/houve um grande espaço, e na maior parte das vezes esse espaço da cidade é/foi utilizado para a montagem do comércio ambulante. As extensões “straat” e “weg” não se diferenciam muito, são normais ruas dentro da cidade, somente há diferença na escrita, na preposição que as antecedem, como será explicado logo a baixo.


In welke straat woont u? Em qual rua o senhor/a senhora mora?

In welke straat woon je? Em qual rua você mora?
In de straat - Ik woon in de Kerkstraat. Eu moro na kerkstraat

Op de weg - Ik woon op de Vlietweg.

Op/aan de kade - Ik woon op/aan de Leidsekade.

Op de laan - ik woon op de Dobbelaan.

Op het plein - Ik woon op het Tesselseplein

1. Mijn huis staat in de Nieuwstraat

2. De flat staat op de Groenteweg

3. Ik sta op de Plaspoelkade

4. De school is op de Kauwlaan

5. Ik loop op het Hendrikplein


Waar woont u? Onde o senhor/a senhora mora?

Waar woon je? Onde você mora?
1. Ik woon dichtbij school. Eu moro perto da escola

2. Ik woon ver weg van school. Eu moro longe da escola

4. Ik woon op de hoek van de school. Eu moro na esquina da escola

5. Ik woon tegenover de school. Eu moro em frente a escola


Diferença entre “voor” e “tegenover” – “voor” possui vários significados, um deles: “lado da frente”, exemplo: “Mijn fiets staat voor de supermarkt” – “Minha bicicleta está na frente do supermercado”; “Ik sta aan de voorkant van jullie huis” – “eu estou no lado da frente da casa de vocês”. Já “tegenover” significa bem dizer a mesma coisa: “em frente de”, mas quer dizer “em frente”, mas do outro lado. Veja exemplo:

  • “Anna staat voor de kerk” – significa que Anna está em frente a Igreja, na mesma calçada que a Igreja está.

  • “Anna staat tegenover de kerk” – significa que Anna está em frente da Igreja, mas do outro lado da rua.

Ik woon (eu moro) naast….ao lado…



dichtbij…. perto…

tegenover…em frente…

ver weg van… longe…

achter… atrás
De bushalte – da parada de ônibus

Het station – da estação

Het restaurant – do restaurante

De markt – da feira

Het postkantoor – do correio

Het ziekenhuis – do hospital

De bibliotheek – da biblioteca

De bank – do banco

Het politiebureau – da repartição policial

De supermarkt – do supermercado


A: In wat voor soort huis woon jij? Em que tipo de casa você mora?

B: Ik woon in een bovenhuis. Eu moro no piso superior de uma casa

A: Wat vind je van je huis? O que você acha de sua casa?

B: Ik vind het wel fijn. Eu a acho bem agradável


A: Woont u in een flat? Op welke verdieping woont u? O senhor/a senhora mora num apartamento? En qual andar o senhor/a senhora mora?

B: Ja, ik woon in een flat. Ik woon op de negende verdieping. Sim, eu moro num apartamento. Eu moro no nono andar.


A: Woont u in een oud of in een nieuw huis? O senhor/a senhora mora numa casa velha ou nova?

B: Ik woon in een nieuw huis. Eu moro numa casa nova.

A: Wat kostte uw huis? Quanto custou sua casa?

B: Het kostte €300.000,00. Het was heel duur! Ela custou €300.000,00. Ela foi muito cara!



A FORMA E O USO DOS ARTIGOS DEFINIDOS “HET” E “DE” (continuação da explicação já dada no thema 3 les 2)

  • DE + substantivos masculinos ou femininos e todos os substantivos no plural

  • HET + substantivos neutros

Não há uma regra geral para se dizer como se identifica o artigo de uma palavra, se a palavra possui o artigo “de”, ou o artigo “het”. Em português usamos o artigo “a” para palavras de gênero feminino e o artigo “o” para palavras de gênero masculino, e daí decaí o seu uso sobre todo o resto… por exemplo:

A casa – qual casa? - uma casa amarela – aquela casa amarelaa casa amarela

O carro –qual carro? - um_ carro amarelo – aquele carro amarelo - o carro amarelo,

Em holandês acontece quase a mesma coisa, dependendo do artigo, veja:



Het huis – Welk_ huis - een geel huis – dat gele huis* – het gele huis*

De auto – Welke auto - een gele auto – die gele auto – de gele auto

(*) “dat” e “het” são artigos definidos, nós sabemos de qual casa amarela estamos falando, e sendo assim, todas as vezes que houver um artigo definido, mesmo sendo o substantivo definido de gênero neutro, o adjetivo ( no caso aqui a cor), sofrerá alteração. Com palavras de artigo “de” já não existe essa preocupação, o adjetivo sempre sofrerá alteração, seja vindo precedido por um artigo definido ou não.


- Na língua portuguesa as palavras são classificadas em masculino ou feminino pela flexão de gênero, o porquê está explicado numa longa pesquisa sobre a origem das palavras, e a partir dessa separação de gêneros, os substantivos, numerais, adjetivos, artigos e pronomes são também flexionados. Em holandês há uma flexão exercida também pelos artigos “de” e “het”, eles influenciam ou não na mudança da forma dos adjetivos, e vão além, por isto é importante conhecer o gênero da palavra, para uma boa sequência ortográfica.

Palavras Neutras (het)

  • Sempre antes de palavras no diminutivo: sufixo“je” (voor een verkkleinwoord): “het meisje”- “a moça” ou “a mocinha”; “het hondje”- “o cachorrinho”

  • Substantivos de duas sílabas (zelfstandige naamwoorden van twee lettergrepen) que começam por “be”, “ge”, “ver”, “en”, “ont” – Exemplo: “het begin”- “o começo”; “het vertrek” – “a partida”; “het ontbijt” – “o café da manhã”.

  • Sempre antes de nomes que denominam um idioma, uma língua: “het Engels”; “het Spaans”.

  • Sempre antes de nomes que denominam um metal: “het ijzer”- “o ferro”; “het goud” – “o ouro”.

  • Todas as palavras que terminam com “isme”, e palavras que são verbos: “het racisme”- “o racismo” ; “het praten” – “o conversar”.


Palavras Masculinas e Femininas (de)

  • Antes do plural (voor een meervoud) usa-se sempre “de”: “de jongens”- “os rapazes’; “de meisjes” – “as moças” ou “as mocinhas”- observe: “het meisje”- “de meisjes” – plural sempre precedido de artigo “de”!!!!

  • Antes de um nome de profissão (voor een beroep): “de bakker” – “o padeiro”; “de slager”- “o açougueiro”.

  • Antes de legumes, frutas, árvores e plantas (voor groenten, fruit, bomen en planten): “de sla”- “a alface” (“a alface”é a correta maneira, muitos dizem “o alface”); “de appel”- “a maçã”; “de roos”- “a rosa”; “de spar”- “o pinheiro”.

Para nomes de rios, de montanhas, usa-se sempre “de”: “de Mont Blanc”; “de Senna”
1. Het Verkleinwoord – O Diminutivo

1.1. A maior parte dos diminutivos são construídos através da colocação do sufixo “je” no final da palavra:

De flat – het flatje; O apartamento – o apartamentozinho (atenção para o artigo)

Het huis – het huisje; A casa – a casinha

Het boek – het boekje ; O livro – o livrinho

De brief – het briefje ; A carta – a cartinha

Het kind – het kindje ; A criança – a criancinha

De klok – het klokje; O relógio de parede – o relóginho de parede

De vis – het visje; O peixe – o peixinho

De fiets – het fietsje; A bicicleta – a bicicletinha

Het land – het landje; O país – o paisinho



Porém:

Het glas – het glaasje; O copo – o copinho

Het pad – het paadje; O trilho – o trilhozinho / O caminho – o caminhozinho

Het vat – het vaatje; O barril – o barrilzinho

Het schip – het scheepje; O navio – o naviozinho
Nesses casos as vogais foram duplicadas para efeito de pronunciação. Elas possuem já um som aberto na sua forma natural, e na passagem para o diminutivo, o pronunciar continua aberto, e por isso há a exigência da duplicação vocálica. “het schip” é uma exceção, não se duplica a vogal “i”, e sim a substitui pela vogal “e”, a duplicando. Se a palavra possui um som fechado como por exemplo: “vis”, então só se acrescenta o sufixo “je”.
1.2 Mas quando a palavra termina em “l”, “n”, “w” ou “r”, então coloca-se ao final o sufixo “tje”:

De stoel: het stoeltje ; a cadeira – a cadeirinha

De schoen: het schoentje ; O sapato - o sapatinho

De vrouw – het vrouwtje; A mulher – a mulherzinha

De deur – het deurtje; A porta – a portinha

Atenção a esta exceção:

De jongen – het jongetje; O rapaz – o rapazinho

Porém se as palavras terminadas em “l”, “n” ou ‘r” possuirem um som curto, então haverá a duplicação dessas consoantes e será acrescentado o sufixo “etje”:

De bal – het balletje; A bola – a bolinha

De snor – het snorretje; O bigode – o bigodinho

De pen – het pennetje; A caneta – a canetinha

Isso vai acontecer também com palavras terminadas em “ng”, caso também possuírem som curto, mas não haverá duplicação da consoante nesse caso, por já terminarem em duas consoantes:

Het ding – het dingetje; A coisa – a coisinha

De ring – het ringetje; O anel – o anelzinho



1.3 Palavras terminadas por vogais também recebem o sufixo “tje”

Het ei – het eitje; o ovo – o ovinho

De dame – het dametje; A dama – a daminha

De la – het laatje; A gaveta – a gavetinha

De auto – het autootje; O carro – o carrinho

No exemplo “de la – het laatje” e “de auto – het autootje”, as vogais a e o foram duplicadas, isso porque “la”e “auto” possuem som longo, aberto no seu pronunciar, e na passagem para o diminutivo, o som segue alongado, então há a exigência da duplicação da vogal. Nos outros exemplos isso não acontece, o som é curto, fechado, e assim permanece na sua transformação para o diminutivo. Veja mais exemplos sobre este caso:

De paprika – het paprikaatje

De paraplu – het parapluutje; O guarda-chuva – o guarda-chuvinha

Het café – het cafeetje

De oma – het omaatje; A avó – a avózinha

De opa – het opaatje; O avô – o avôzinho

Het blad – het blaadje; A folha – a folhinha

Het gat – het gaatje; O buraco – o buraquinho

1.4 Palavras que terminam em “m” recebem o sufixo “pje” desde que possuam anterior ao “m” som longo ou um ditongo:

De boom – het boompje; A árvore – a arvorezinha

Het raam – het raampje; A janela – a janelinha

De bloem – het bloempje; A flor – a florzinha

“Bloem” é um caso a parte: ele aceita a forma regular “bloempje”, mas na linguagem popular se houve mais “bloemetje”.

Porém como já foi explicado acima:

De pan – het pannetje; A panela – a panelinha

De man – het mannetje; O homen – o homenzinho

De pen – het pennetje; A caneta – a canetinha

De zon – het zonnetje; O sol – o solzinho

De gum – het gummetje; A borracha – a borrachinha

De kam – het kammetje; O pente – o pentinho

De ster – het sterretje; A estrela – a estrelinha

De ring – het ringetje; O anel – o anelzinho

De bal – het balletje; A bola – a bolinha

De bon – het bonnetje; O recibo – o recibinho

De weg – het weggetje; A estrada – a estradinha

De brug – het bruggetje; A ponte – a pontinha

De kip – het kippetje; O frango – o franguinho


1.5 Palavras que terminam em “ing” recebem algumas vezes o sufixo “kje” e o “g” de “ing” é retirado:

De koning – het koninkje; O rei – o reizinho

De ketting – het kettinkje; A corrente – a correntinha

De woning – het woninkje; A morada – a moradinha



Mas não é sempre que isso acontece, algumas decaem sobre a regra já explicada no tópico 1.2 sobre a terminação “ng”, veja:

De rekening – het rekeningetje; A fatura – a faturazinha

De wandeling – het wandelingetje; O passeio – o passeiozinho
1.6 E ainda há algumas exceções a mais:

Het blad – het blaadje; A folha – a folhinha

Het gat – het gaatje; O buraco – o buraquinho

Het glas – het glaasje; O copo – o copinho

Het pad – het paadje; O trilho – o trilhozinho / O caminho – o caminhozinho

Het vat – het vaatje; O barril – o barrilzinho

Het schip – het scheepje; O navio – o naviozinho
Em português, o uso do diminutivo vai além da aplicação de “inho” e “zinho”, estes são somente os mais usados, exemplos dos outros:

Pele – pode ser tanto pelezinha como película;

Corpo – corpinho – corpúsculo, corpito…, e há ainda outros usos:

Ilha - ilhazinha – ilhinha - ilhinhazinha;

Livro – livrinho – livrinhozinho

Padre – padreco ; gente – gentalha; velho - velhote (diminutivos depreciativos mais comuns)

Tudo isso e muito mais na linguagem popular… Em holandês a gramática, nesse caso, segue um padrão menos extenso do que em português.

O diminutivo na língua holandesa é muito utilizado. As formas de uso são:

Para expressar que alguma coisa ou alguém é pequeno - intensidade


Medemblik is een plaatsje aan het IJsselmeer. Medemblik é um lugarzinho junto a Ijsselmeer (IJsselmeer é um lago que um dia foi oceano, fez parte do oceano, e Medemblik é uma pequena aldeia).

Bas heeft vandaag zijn eerste fietsje gekregen. Bas recebeu/ganhou hoje sua primeira bicicleta.


Para expressar algo positivo - afetividade


Vandaag is er een lekker zonnetje. Hoje está um sozinho maravilhoso

Paultje, wil je mij met de verhuizing helpen? Paultje, você quer me ajudar com a mudança? (Paul é um nome próprio, terminação em “l”, então no diminutivo: “Paultje”, igual quando dizemos em português um nome no diminutivo: Paulinho, Aninha…).



Para expressar algo negativo – sentido pejorativo


Ik vind dat cafe geen gezellig plekje om naartoe te gaan. Eu acho aquele café um péssimo lugarzinho para se ir.

Vreemd stelletje, die vrienden van jou. Estranho casalzinho aqueles seus amigos


Em português a aplicação do grau diminutivo vai além, aplica-se também a alguns advérbios: cedinho, longinho, melhorzinho, pouquinho, rapidinho; Na linguagem popular aplica-se inclusive aos verbos, exemplo: “eu vou correndinho e já volto”
No valor semântico de intensidade, em português, usamos também o aumentativo, em holandês isso não acontece. Eles usam adjetivos para expressar a itensidade de algo, exemplo: “Hij heeft een erg mooie auto!”, em português diríamos: “ele tem um carrão!” , em português o uso do aumentativo exclui a necessidade do adjetivo. Em holandês a maneira de falar também expressa a apreciação de algo, sem a necessidade do adjetivo “hij heeft een auto!”, a acentuação nas palavras, a maneira de expressá-las, indica já que aquele carro de que se está falando é “um carrão!” . Enfim, em holandês mesmo que seja para identificar que algo é grande, é necessário o adjetivo “een grote auto”, “een groot huis”, diferente do português, no qual usamos o adjetivo somente se quisermos; “um carro grande ou um carrão”, “uma casa grande ou uma casona”.
Para curiosidade:

Groen (verde) e Blauw (azul)

Essas duas palavras quando passadas para o diminutivo significam:

- Groen – groentje : “hij is nog maar een groentje”, isto significa que ele ainda é muito inexperiente, ou está começando uma nova experiência, e está aprendendo. Em português seria quase como dizer: “ele ainda está amadurecendo”. “Groentje” pode ser expressado para vários sentidos: crescimento intelectual, profissional, amoroso… e assim por diante.

- Blauw – blauwtje : “een blauwtje lopen” – significa literalmente “levar um fora de alguém”. Exemplo: Gisteren heb ik een blauwtje gelopen”. – “Ontem eu levei um fora”.
Por isso os holandeses dizem:

“Het is beter om tien blauwtjes te lopen, dan altijd een groentje te blijven”



Significa que é melhor se levar 10 foras do que ser inexperiente para sempre.

- Mas esta não é nenhuma expressão oficial. Muitos holandeses podem ainda não a conhecer.


De database wordt beschermd door het auteursrecht ©opleid.info 2016
stuur bericht

    Hoofdpagina